domingo, 21 de fevereiro de 2010

E no 7º Dia...



Imagine o que é acordar todos os dias no mesmo quarto, preso a uma cadeira, em frente a uma janela aberta. Da janela vê o que se passa.
Vê uma estrada, uns caixotes do lixo à sua direita, umas casas em frente com outras pessoas presas a cadeiras em frente a outras janelas. Você fala com elas, grita por entre o barulho dos carros que passam a correr mesmo em frente à janela, pergunta-lhes quem são, o que fazem ali, mas nunca obtém resposta. Consegue ver que essas pessoas lhe falam também, mas nunca consegue ouvir o que lhe dizem.
De vez em quando veêm trazer comida e água, é a hora em que tudo muda. Alguém olha para si, reconhece que está ali. Você tenta falar com essa pessoa, tenta dizer-lhe o quanto gostaria que essa pessoa ficasse ali e conversasse um pouco consigo, mas ela não o entende e vai sempre embora passados uns minutos.
O pôr-do-sol anuncia a chegada da noite e as gotas da chuva começam a cair. O sol fraco que radiava a cadeira esconde-se e você tem frio. Mas não tem como se refugiar, nem como fugir. Encolhe-se na cadeira e dormita durante a noite, esperando mais um dia que segue, repleto do mesmo.

Não coloque o seu cão em correntes. Dê-lhe o direito à liberdade, dê-lhe o direito à vida.

27 de Janeiro de 2010 - 11:30

26 de Janeiro de 2010 - 15:00

domingo, 17 de janeiro de 2010

E no 7º Dia...

ALONE AGAIN

I wish someone could tell me,
What it is that I've done wrong,
Why I have to stay chained up
and left alone so long.

They seemed so glad to have me when I came here as a pup
There were so many things we'd do while I was growing up.
They couldn't wait to train me as companion and as a friend.
They told me they would never fear being left alone again.

The children said they'd feed me, said they'd brush me every day,
They'd play with me and walk me, if only I could stay.
But now the family hasn't time,they often say I shed.
They wont allow me in the house, not even to be fed.

The children never walk me, they always say, "Not Now!"
I wish that I could please them, won't someone tell me how?
All I have is love, you see,I wish they would explain,
Why they said they wanted me,then left me on a chain.

From The Detroit News 2/25/1999
Author Unknown Public Domain Archives of Dog Poems